Organização

Aluguel: vale à pena ou é melhor financiar um imóvel


Livrar-se do aluguel e adquirir um imóvel próprio é o sonho de grande porcentagem dos brasileiros. Mas, nem sempre é tão fácil assim. Os juros dos financiamentos são sempre muito altos e optar pelas ofertas do governo nem sempre satisfaz as expectativas.

Vamos através deste artigo verificar se realmente não há possibilidade, pesando os prós e os contras, analisando o custo benefício de adquirir um imóvel próprio em vez de ficar pagando aluguel por uma eternidade.

Pois é nítido de início uma das desvantagens. Afinal saber que aquele imóvel nunca será seu, e correr o risco do proprietário a qualquer momento solicitá-lo de volta e você ter que ficar na correria para encontrar um novo lugar para se abrigar junto com a família, não é uma boa opção.

Valor de um imóvel próprio

Segundo uma simulação da Fiduc, fintech de investimentos, o custo final de um imóvel financiado pode ficar três vezes mais caro em relação ao preço à vista do mesmo imóvel.

A análise levou em consideração os dados do Imóvel Web. Em agosto, o custo médio de um imóvel de 62 metros quadrados com dois quartos em São Paulo (SP), era de R$ 623 mil. Já o aluguel mensal para o mesmo padrão de imóvel ficou no valor de R$ 3.463.

Com esses valores, foi possível simular o custo final de um financiamento a partir de duas tabelas de financiamento imobiliários disponíveis no mercado: a SAC e a Price.

Qual a diferença entre as tabelas SAC e Price?

banner acordo quero quitar

A diferença entre as duas modalidades está na forma de pagamento.

  • Tabela SAC: os valores das parcelas costumam cair conforme o tempo de financiamento. Após simular todos os custos e possíveis reajustes atribuídos na compra, o resultado do estudo mostrou que o aluguel pode ser uma alternativa mais interessante do que financiar 80% do imóvel, como oferecem as instituições financeiras, sendo o tempo para saldar o financiamento de 15 anos.

  • Tabela Price: os custos são fixos até o final, e o tempo salta para 29 anos em virtude da menor diferença entre a parcela do empréstimo e o valor do aluguel. Com tudo isso no papel, prepare-se para negociar.

A decisão é sua

Cabe somente a você decidir se vai viver de aluguel ou financiar a casa própria, e isso vai depender da realidade financeira de cada pessoa.

Caso queira fugir de empréstimos e ainda assim ter a casa própria, existe a alternativa de alocar os recursos em investimentos mais adequados ao objetivo final.

O que avaliar antes de comprar ou alugar um imóvel?

enter image description here

Para descobrir se é melhor alugar ou comprar um imóvel, o primeiro passo é buscar informação. Procure saber como está a situação econômica do país, a variação dos preços de aluguéis, se os juros para a compra de imóveis estão em alta e quais são as projeções para os próximos meses e anos.

Mais importante que tudo isso é avaliar o seu momento de vida. Como você se sente em relação ao seu emprego e por quanto tempo pretende trabalhar no mesmo lugar, por exemplo? Você tem planos de fazer a família crescer nos próximos anos?

Para aqueles que pretendem passar por transformações importantes em curto prazo, o aluguel — e a possibilidade de mudança rápida que ele oferece — pode ser a opção ideal.

Quais são as vantagens do aluguel?

  • Alugar é bem menos burocrático do que comprar

  • É mais rápido

  • O valor do aluguel pode ficar menos do que a parcela do financiamento

  • Caso esteja querendo mudar de área profissional, será mais fácil o valor aluguel caber no seu bolso do que a parcela do financiamento

  • Caso o imóvel seja desvalorizado, você não terá prejuízo nenhum com isso

  • Caso você não se adapte ao bairro ou ao imóvel, existe a possibilidade de mudar com mais facilidade. Já imaginou ter que vender um imóvel porque você não se adaptou à região ou o imóvel não corresponde às suas necessidades como pensou que seria? Que trabalhão hein?

Quais são as vantagens de comprar um imóvel?

  • Como proprietário você pode fazer a reforma que quiser e deixar o imóvel do seu jeito

  • Trás a tranquilidade de saber que você está pagando algo que é seu

  • O imóvel pode sofrer valorização nos próximos anos

  • Você pode procurar o imóvel em leilões que oferecem até 70% de desconto

  • Existe a possibilidade de construir o imóvel caso já tenha o terreno

Depois de estudar bem as vantagens de comprar ou alugar, caso tenha optado por comprar, o próximo passo é saber quais as formas de compra existentes.

Quais as principais formas de comprar um imóvel no Brasil?

Quem já fez as contas entre comprar ou alugar um imóvel e decidiu por comprar, mas não tem dinheiro suficiente para o pagamento à vista, pode contar com outras duas opções: o financiamento e o consórcio.

  • Financiamento: o financiamento funciona como um empréstimo: é como se o consumidor tomasse o dinheiro para a compra do imóvel e o devolvesse em prestações, com os juros embutidos.

  • Consórcio: no consórcio o cliente paga um valor fixo todos os meses, e a cada 30 dias ocorrem leilões e sorteios. Quando o consumidor for contemplado, receberá o montante pago até aquele período e com ele, poderá adquirir o seu imóvel. Não há como saber quando cada um será sorteado, mas há um prazo máximo de duração dos grupos.

Compartilhe:

Artigos Relacionados

Card CTA

Na QueroQuitar você fecha acordos com até 98% de desconto!

Consulte seu CPF e veja as melhores ofertas para quitar dívidas.

QueroQuitar

Curta os nossos canais

Uma iniciativa QueroQuitar

Educação financeira é parte fundamental de uma vida tranquila. Pensando nisso, a QueroQuitar está produzindo vídeos e conteúdos para que você tenha mais conhecimento e tome melhores decisões sobre como lidar com seu dinheiro

Inscreva-se para receber nossa Newsletter preencha os campos abaixo.

Conheça nossa Política de Privacidade e nossos Termos de Uso. WhatsApp - E-mail: contato@queroquitar.com.br
Copyright ©2015-2020 www.queroquitar.com.br, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. Todo o conteúdo do site, todas as fotos, imagens, logotipos, marcas, dizeres, som, software, conjunto imagem, layout, aqui veiculados são de propriedade exclusiva da QueroQuitar S.A. É vedada qualquer reprodução, total ou parcial, de qualquer elemento de identidade, sem expressa autorização. A violação de qualquer direito mencionado implicará na responsabilização cível e criminal nos termos da Lei. Respeitamos todos os itens que nos cabe previstos na LEI Nº 12.965, DE 23 DE ABRIL DE 2014. E o DECRETO Nº 8.771, DE 11 DE MAIO DE 2016 QueroQuitar S.A - CNPJ: 54.042.668/0001-20 - R. Bahia, 843 - Higienópolis - CEP: 01244-001 - São Paulo - SP