Organização

Recupere o poder de compra e tenha uma reserva financeira


Já reparou como os preços aumentaram nos últimos meses?

Olhe a geladeira e veja como você está trazendo menos coisas do supermercado. Está tudo mais caro: alimentos, combustíveis, energia, gás.

A lista é gigante. Enquanto isso, nosso salário não aumenta. Nessa hora, ter uma reserva financeira faz toda a diferença.

Para mostrar como é possível recuperar seu poder de compra e ter uma reserva financeira, separei algumas dicas para te ajudar. Vamos lá?

O que é poder de compra?

O poder de compra é a capacidade de adquirir um bem com uma certa quantidade de dinheiro. Para simplificar: um item que antes era comprado com 50 reais, hoje é preciso 70 reais para comprar o mesmo item.

E o que diminui o poder compra?

Nesse caso, o principal “vilão” é a inflação. O aumento dos preços. Por isso que se ouve por aí: “Com a inflação, o poder de compra diminui”.

Agora outra pergunta mais importante: o que pode melhorar seu poder de compra?

Existem algumas soluções bem simples para isso.

  • Ter renda extra;
  • Usar comparadores de preço;
  • Fazer uma reserva financeira.

Se você quiser boas dicas de como ter uma renda extra, leia o artigo “Ganhar dinheiro em casa: 10 ideias para você começar (opens new window)”.

Neste artigo, vamos olhar melhor o que é ter uma reserva financeira.

O que é uma reserva financeira?

Reserva financeira é aquele dinheiro que você deve separar para emergências. É uma segurança não só para imprevistos, como para planejar o futuro.

Além disso, de acordo com especialistas, é recomendado pelo menos três meses de renda para garantir uma reserva. O ideal é que sejam 6 meses. Na prática seria assim: se alguém recebe um salário de R$ 1 mil, deve fazer no mínimo uma reserva financeira de R$ 3 mil. Reserva de emergência é outro nome que se dá para isso.

Na verdade, a também chamada de reserva financeira de emergência, deve ser parte do montante. Já a reserva financeira, deve ser um valor para se guardar a longo prazo. Mas tanto um valor, como o outro, podem ser usados em um momento de aperto.

Se esse valor for aplicado ao longo do tempo, além daquilo que você coloca todo mês, você ganhará juros, aumentando seus investimentos. Esse é o primeiro passo para evitar problemas financeiros futuros.

O que fazer antes de começar a fazer uma reserva financeira?

Para ter uma reserva financeira, primeiro faça um planejamento financeiro familiar. Você saberá os ganhos e gastos. Ficará mais fácil planejar o futuro e estar preparado para imprevistos. Ou seja, reduzir gastos ou buscar fontes de renda extra, te ajuda a ter mais dinheiro guardado.

Para saber como fazer um planejamento financeiro, leia o artigo “Finanças pessoais: 5 dicas para ajudar no orçamento familiar (opens new window)”.

Saiba administrar sua reserva financeira

uma mão protegendo um cofrinho de porquinho.

Mais importante do que juntar dinheiro, é saber manter a reserva financeira. É muito importante ter foco, organização e resistir a tentação de usar o dinheiro para algo não programado. A exceção é um imprevisto ou emergência. Mas caso seja apenas um impulso de compra, pense duas vezes antes de usar o dinheiro.

Veja algumas dicas para manter sua reserva financeira:

Não utilize com despesas do dia a dia

Tente não usar o que guardou com despesas recorrentes, como água, luz, aluguel ou compras de mercado. Você sempre terá esses gastos. Eles fazem parte de seu orçamento mensal.

Sempre que puder, aumente sua reserva financeira

Além do que separa mensalmente, use qualquer recurso extra para aumentar sua reserva financeira. Não precisa ser tudo, mas use ao menos parte do recurso. Isso vai te dar uma folga e maior segurança.

Quando utilizar o que guardou?

Como falei, montar uma reserva financeira te dá segurança quando ocorrer algum imprevisto. Ou pode servir para investir em projetos de vida. Quando falo de imprevistos, falo de desemprego e perda de um parente, por exemplo.

Se você ficar desempregado é um bom momento para usá-la. Isso ajudará você a se manter enquanto busca uma recolocação.

Outro bom motivo para usar sua reserva financeira é pagar dívidas. De nada adianta poupar de um lado, se do outro, existem débitos onde estão rolando juros. A coisa mais acertada é se livrar deles o quanto antes.

E o jeito mais fácil de fazer isso é na QueroQuitar (opens new window). Em nossa plataforma, você encontra as melhores ofertas para quitar dívidas. Tudo online, sem receber ligações de cobrança. Com condições especiais, tudo é feito de maneira simples, rápida e segura.

Clique aqui (opens new window) e confira.

Se quiser falar comigo ou tiver alguma dúvida, é só me mandar um e-mail: euquito@queroquitar.com.br. Vou adorar bater um papo com você!

Um abraço e até semana que vem.

Euquito.

Compartilhe:

Artigos Relacionados

Card CTA

Logo QueroQuitar laranja vertical

A QueroQuitar é a plataforma de negociação criada para facilitar a sua vida.

Consulte grátis!

Na QueroQuitar você fecha acordos com até 98% de desconto!

Consulte seu CPF e veja as melhores ofertas para quitar dívidas.

QueroRenda

Curta os nossos canais

Uma iniciativa QueroQuitar

Educação financeira é parte fundamental de uma vida tranquila. Pensando nisso, a QueroQuitar está produzindo vídeos e conteúdos para que você tenha mais conhecimento e tome melhores decisões sobre como lidar com seu dinheiro

Inscreva-se para receber nossa Newsletter preencha os campos abaixo.

Conheça nossa Política de Privacidade e nossos Termos de Uso. WhatsApp - E-mail: contato@queroquitar.com.br
Copyright ©2015-2020 www.queroquitar.com.br, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. Todo o conteúdo do site, todas as fotos, imagens, logotipos, marcas, dizeres, som, software, conjunto imagem, layout, aqui veiculados são de propriedade exclusiva da QueroQuitar S.A. É vedada qualquer reprodução, total ou parcial, de qualquer elemento de identidade, sem expressa autorização. A violação de qualquer direito mencionado implicará na responsabilização cível e criminal nos termos da Lei. Respeitamos todos os itens que nos cabe previstos na LEI Nº 12.965, DE 23 DE ABRIL DE 2014. E o DECRETO Nº 8.771, DE 11 DE MAIO DE 2016 QueroQuitar S.A - CNPJ: 54.042.668/0001-20 - R. Bahia, 843 - Higienópolis - CEP: 01244-001 - São Paulo - SP