Dívidas

Site de apostas: será que isso pode virar um vício?


O que acontece no nosso cérebro que nos faz ficar viciados em jogos de azar?

A pandemia foi um dos principais motivos do aumento do número de jogadores. O desemprego, a falta do que fazer e a falta de perspectiva de que os problemas financeiros pudessem ser resolvidos em curto prazo, impulsionaram as pessoas a lançar mão das apostas na esperança de saírem das dificuldades em que se encontravam.

O desespero leva à dependência dos jogos de azar, que pode acarretar problemas de saúde mental, cognição e relacionamentos, além de levar à falência e até à criminalidade.

Acaba sendo desenvolvida uma compulsão, onde na maioria dos casos é necessária a ajuda de um profissional para se livrar dela.

Diferente da dependência em álcool e drogas, em que os sintomas são fisicamente perceptíveis, o vício em jogos de azar apresenta sinais menos óbvios.

Um levantamento feito pelo Reino Unido mostrou que as taxas mais altas de compulsão por jogos de azar estavam na Ásia, seguidas pela Austrália e América do Norte, com taxas mais baixas na Europa.

Outro estudo revelou que jogadores com problemas de dependência tendem a aumentar suas apostas ao longo do tempo e acabam indo à falência.

A dependência de álcool e nicotina também tem sido associada a uma maior compulsão por apostas. Continue lendo o artigo e entenda melhor como funciona a compulsão por sites de apostas.

Como funciona o cérebro do jogador de sites de apostas?

enter image description here

A partir de estudos de neuroimagem, fica claro que existem várias regiões do cérebro associadas ao jogo de azar e sites de apostas.

Pesquisas mostraram que regiões importantes associadas à tomada de decisão arriscada incluem:

  • O córtex pré-frontal ventromedial (envolvido na tomada de decisão, memória e regulação das emoções);

  • O córtex frontal orbital (que ajuda o corpo a responder às emoções);

  • E a ínsula (que regula o sistema nervoso autônomo).

Ou seja, os jogadores compulsivos podem, portanto, apresentar uma maior atividade nestas áreas.

Quando os jogadores observam o resultado de sua aposta, eles também apresentam uma ativação cerebral aumentada no sistema de recompensa do cérebro, incluindo o núcleo caudado. E isso pode ser particularmente forte em pessoas viciadas em jogos de azar.

A dopamina, neurotransmissor que ajuda as células nervosas a se comunicarem, também é conhecida por ser uma importante substância química no sistema de recompensa do cérebro.

Um estudo mostrou que jogadores compulsivos apresentaram níveis significativamente mais altos de excitação quando a dopamina foi liberada em seus cérebros em comparação com pessoas saudáveis.

A liberação de dopamina parece reforçar a compulsão por jogos por meio do aumento dos níveis de excitação, reduzindo a inibição de decisões arriscadas ou uma combinação de ambos.

Além disso, foi demonstrado que o núcleo accumbens, que desempenha um papel no processamento da recompensa, está envolvido em comportamentos de risco em adolescentes e adultos.

Esta região é rica em dopamina e sugere um papel adicional da dopamina em comportamentos de risco.

Como se livrar da compulsão por sites de apostas?

Atualmente, o distúrbio do jogo compulsivo, principalmente em sites de apostas, é diagnosticado por meio do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-5), publicado pela Associação Americana de Psiquiatria.

As diretrizes para o tratamento e gerenciamento do transtorno do Instituto Nacional para Excelência em Cuidados de Saúde do Reino Unido (NICE, na sigla em inglês) também estão sendo desenvolvidas e devem ser publicadas em 2024.

As opções atuais de tratamento incluem certas formas de terapia cognitivo-comportamental (que pode ajudar as pessoas a mudar padrões de pensamento) e grupos de auto-ajuda.

Alguns medicamentos, como os inibidores seletivos da recaptação da serotonina (ISRSs), podem ser eficazes na redução de aspectos dos sintomas do transtorno do jogo compulsivo, como a depressão.

Também sabemos que os receptores opióides no cérebro o ajudam a processar recompensas — e há muito tempo se suspeita que sejam impulsionadores da dependência.

Descobrimos que há algumas evidências indicando que uma droga chamada Naltrexona, que bloqueia os receptores opióides, pode ajudar algumas pessoas com transtorno do jogo compulsivo em qualquer tipo, até o s sites de apostas.

Mas são necessárias mais pesquisas antes que possa se tornar um tratamento padrão. Há também coisas que você mesmo pode fazer para controlar seu hábito de jogar.

O site Live Well, do sistema público de saúde britânico (NHS, na sigla em inglês), oferece informações sobre serviços disponíveis para jogadores compulsivos e dá dicas como pagar suas contas antes de fazer apostas, passar tempo com amigos e familiares que não jogam e lidar com suas dívidas.

Dicas para evitar o jogo e sites de apostas

banner acordo quero quitar

  • Evitar ver o jogo como uma forma de ganhar dinheiro

  • Parar de reprimir suas preocupações sobre o hábito de jogar

  • Evitar usar cartões de crédito para pagar pelas apostas

Assim como acontece com todos os problemas de saúde mental, o segredo é obter ajuda e tratamento o mais rápido possível, para obter de volta os prazeres normais como:

  • Passar tempo com a família

  • Desfrutar de caminhadas e exercícios

  • Promover reuniões e encontros com amigos que não tenham o vício

  • Procurar meios alternativos além do tratamento como:

  • Praticar Yoga

  • Fazer meditação

  • Ler livros de auto-ajuda

  • Praticar algum esporte

Esperamos ter contribuído para quem sofre com isso, dê o primeiro passo para se livrar o mais rápido possível deste vício.

Compartilhe:

Artigos Relacionados

Card CTA

Na QueroQuitar você fecha acordos com até 98% de desconto!

Consulte seu CPF e veja as melhores ofertas para quitar dívidas.

QueroQuitar

Curta os nossos canais

Uma iniciativa QueroQuitar

Educação financeira é parte fundamental de uma vida tranquila. Pensando nisso, a QueroQuitar está produzindo vídeos e conteúdos para que você tenha mais conhecimento e tome melhores decisões sobre como lidar com seu dinheiro

Inscreva-se para receber nossa Newsletter preencha os campos abaixo.

Conheça nossa Política de Privacidade e nossos Termos de Uso. WhatsApp - E-mail: contato@queroquitar.com.br
Copyright ©2015-2020 www.queroquitar.com.br, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. Todo o conteúdo do site, todas as fotos, imagens, logotipos, marcas, dizeres, som, software, conjunto imagem, layout, aqui veiculados são de propriedade exclusiva da QueroQuitar S.A. É vedada qualquer reprodução, total ou parcial, de qualquer elemento de identidade, sem expressa autorização. A violação de qualquer direito mencionado implicará na responsabilização cível e criminal nos termos da Lei. Respeitamos todos os itens que nos cabe previstos na LEI Nº 12.965, DE 23 DE ABRIL DE 2014. E o DECRETO Nº 8.771, DE 11 DE MAIO DE 2016 QueroQuitar S.A - CNPJ: 54.042.668/0001-20 - R. Bahia, 843 - Higienópolis - CEP: 01244-001 - São Paulo - SP