Dívidas

Como limpar o nome pagando a 1ª parcela do acordo


Mais de 40% da população adulta brasileira, está inadimplente atualmente. Fato que dificulta ter acesso a crédito e reduz o poder de compra.

Isso porque com o nome sujo, como costuma se dizer no mercado, o consumidor tem mais dificuldade de fazer compras parceladas , solicitar empréstimos, crediários e financiamentos.

E não só isso. Sabia que estar com o nome negativado pode prejudicar até conseguir um cargo público? Pensou se passou em um concurso e não poder assumir o cargo, porque está inadimplente?

Mas corrigir essa situação pode ser bem mais simples do que imagina. Em sua maioria todos pensam que é necessário quitar uma dívida para se livrar do incômodo do nome sujo. Na verdade, ao fazer um acordo e pagar a primeira parcela, isso já é possível.

Continue lendo o artigo e entenda como limpar o nome pagando a 1ª parcela do acordo.

O que é limpar o nome?

Moça negra mexendo no celular, com o notebook aberto na sua frente

Antes de entrarmos na questão do acordo e do pagamento da primeira parcela, vamos dar um passo atrás para entender todo o processo. E nada melhor começar explicando o que é limpar o nome.

Limpar o nome, nada mais é do que retirar seu nome dos órgãos de proteção ao crédito. Ou seja, quando seu nome vai para estes órgãos negativadores, quer dizer que uma dívida não foi paga.

Exemplos disso são um crediário, como a compra de um fogão, geladeira, um celular ou o pagamento de um empréstimo ou financiamento.

Quando isso acontece, a empresa onde foi feita a compra, pode enviar seus dados, CPF e nome para uma lista de negativados, que restringe seu acesso a novos créditos. E para regularizar esse tipo de situação, a melhor maneira é procurar o credor para fazer um acordo.

Se quiser saber mais sobre o que é estar com o nome sujo, leia o artigo “Como saber se meu nome está sujo” (opens new window).

Como fazer para limpar o nome?

Existem duas maneiras de limpar o nome. Uma é o caminho mais recomendável e mais simples, que é pagar a dívida. O outro seria deixá-la prescrever, o que não é nada aconselhável. Vamos falar de cada uma das maneiras para que entenda melhor.

Pague a dívida

Este é o caminho mais simples. Hoje para pagar uma dívida para os credores, ou seja, para quem você deve é bem fácil. Em sua maioria, eles oferecem inúmeras formas de acordo e negociação, com bons descontos e condições de pagamento.

Para isso basta:

  • Localizar a dívida. Descobrir para quem você deve;
  • Entrar em contato com o Credor e solicitar um acordo
  • Verificar se as condições combinadas atendem. Isso é, saber se cabe no seu orçamento mensal;
  • Fechar o acordo;
  • Iniciar e manter os pagamentos.

Aguardar a prescrição da dívida

Esta é uma opção, mas com certeza não é a melhor saída. Primeiro que aguardar que uma dívida “caduque”, são necessários 5 anos.

Só depois desse período que o nome deixa de constar nos órgãos de proteção ao crédito. Em segundo, isso não quer dizer que a dívida deixou de existir.

O credor pode continuar te cobrando por ela. E se for uma dívida junto a uma instituição financeira, isso pode afetar seu score, que é uma espécie de termômetro que indica o quanto aquela pessoa é boa pagadora.

Então na hora de contratar novos serviços com aquela instituição e até outras, você pode ter dificuldade, mesmo com o nome limpo. Por isso, o ideal é sempre pagar a dívida.

Fique com o nome limpo pagando a primeira parcela do acordo

O que poucos sabem, é que ao fazer um acordo com o credor, além dele ter o prazo de até 5 dias úteis para retirar o nome do consumidor dos órgão de negativação, é que isso ocorre mesmo quando é uma dívida parcelada.

Sendo assim, se você fez um acordo, onde irá pagar a dívida em por exemplo, 12 parcelas, depois de pagar a primeira, o credor já tem por obrigação, retira a negativação de seu nome. Isto é lei.

Só é preciso lembrar que, caso exista uma quebra de acordo, levada pelo não pagamento de qualquer parcela da dívida, a empresa credora tem o direito de negativar o consumidor novamente.

Para que isso não aconteça, o melhor é manter os pagamentos. Isso só trará benefícios como acesso ao crédito e na avaliação para financiamentos. Sem contar que se você quebra um acordo, perde todas as vantagens negociadas, como os descontos e facilidade de pagamento.

Como fazer um acordo?

Existem algumas opções na hora de fazer um acordo. Veja:

Direto com o credor

Se souber para quem você deve, é possível procurar o credor e tentar um acordo. Com certeza a empresa não se negará e dará opções para que acerte a dívida. Afinal, é bom para os dois lados.

Empresas de cobrança

Você também pode procurar empresas de cobrança que compram as dívidas dos credores e as negociam.

Marketplace de negociação

banner acordo quero quitar

Esta é uma boa opção. Os marketplaces ou plataformas de negociação, são sites onde o consumidor não precisa da intervenção humana para negociar sua dívida. Basta acessar a plataforma, fazer um breve cadastro e verificar se a dívida consta no site. Se a empresa credora fizer parte sua dívida estará lá.

E nessa parte que se encaixa a QueroQuitar (opens new window). Ao fazer um cadastro rápido, fácil e seguro, você tem acesso às melhores ofertas para pagar sua dívida. Tudo com condições especiais e 100% online. Sem ligações de cobrança em um ambiente onde você decide como quer pagar, escolhendo aquilo que cabe no seu bolso.

E o melhor, a consulta é gratuita (opens new window). Dê uma conferida. Quem sabe não está a poucos passos de limpar seu nome?

Se quiser falar comigo ou tiver alguma dúvida, é só me mandar um e-mail: euquito@queroquitar.com.br. Vou adorar bater um papo com você!

Um abraço e até semana que vem.

Euquito.

Compartilhe:

Artigos Relacionados

Card CTA

Logo QueroQuitar laranja vertical

A QueroQuitar é a plataforma de negociação criada para facilitar a sua vida.

Consulte grátis!

Na QueroQuitar você fecha acordos com até 98% de desconto!

Consulte seu CPF e veja as melhores ofertas para quitar dívidas.

QueroRenda

Curta os nossos canais

Uma iniciativa QueroQuitar

Educação financeira é parte fundamental de uma vida tranquila. Pensando nisso, a QueroQuitar está produzindo vídeos e conteúdos para que você tenha mais conhecimento e tome melhores decisões sobre como lidar com seu dinheiro

Inscreva-se para receber nossa Newsletter preencha os campos abaixo.

Conheça nossa Política de Privacidade e nossos Termos de Uso. WhatsApp - E-mail: contato@queroquitar.com.br
Copyright ©2015-2020 www.queroquitar.com.br, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. Todo o conteúdo do site, todas as fotos, imagens, logotipos, marcas, dizeres, som, software, conjunto imagem, layout, aqui veiculados são de propriedade exclusiva da QueroQuitar S.A. É vedada qualquer reprodução, total ou parcial, de qualquer elemento de identidade, sem expressa autorização. A violação de qualquer direito mencionado implicará na responsabilização cível e criminal nos termos da Lei. Respeitamos todos os itens que nos cabe previstos na LEI Nº 12.965, DE 23 DE ABRIL DE 2014. E o DECRETO Nº 8.771, DE 11 DE MAIO DE 2016 QueroQuitar S.A - CNPJ: 54.042.668/0001-20 - R. Bahia, 843 - Higienópolis - CEP: 01244-001 - São Paulo - SP