Renda

FGTS: Saiba tudo sobre a liberação do saque de R$ 1.000


Dia 18 de março, o governo federal liberou mais uma rodada de saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço - FGTS. Desta vez os trabalhadores poderão sacar até 1.000 reais de seu saldo.

A liberação veio de uma Medida Provisória - MP, assinada em 17 de março, pelo presidente Jair Bolsonaro. Calculasse que a medida atenda 40 milhões de brasileiros.

Essa MP de liberação de saque do FGTS, faz parte do programa Renda e Oportunidade, uma ação em conjunto entre os ministérios da Economia e Previdência e Trabalho.

O programa conta ainda com outras medidas como:

  • Antecipação do 13º salário de aposentados e pensionistas do INSS;
  • Aumento da margem de empréstimo consignado para os segurados da Previdência;
  • Programa de microcrédito para empreendedores.

Antes de entrarmos nos detalhes sobre o saque extraordinário do FGTS, que tal saber um pouco mais sobre ele?

O que é o FGTS?

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, conhecido como FGTS, é um direito dos trabalhadores com carteira assinada. Funciona assim: mensalmente, a empresa onde o cidadão trabalha, deposita em uma conta (no nome do trabalhador), o equivalente a 8% do seu salário.

O valor recolhido, fica como uma reserva ou fundo e só pode ser resgatado em algumas situações. Exemplos são a compra de uma casa própria, aposentadoria, doenças graves do titular e familiares dependentes, ou somente após três anos sem nenhum registro de emprego formal.

Como funciona essa nova leva de saques do FGTS?

Essa nova leva de saques do FGTS tem algumas regras. Uma é o limite por trabalhador. Nesse caso, quem tem mais de uma conta do FGTS, terá um limite de 1.045 reais para saque.

Outra regra é a ordem de liberação. Ou seja, primeiro é feita a liberação de contas de empregos anteriores do trabalhador, sempre iniciando pela que tiver o menor saldo. Na sequência, as demais contas vinculadas.

Nessa rodada, não é preciso solicitar o saque. O valor será disponibilizado automaticamente na conta do trabalhador que tiver o aplicativo Caixa Tem. Saiba como baixar o app (opens new window).

Continue lendo o artigo e entenda como consultar e sacar o FGTS.

Veja como consultar valores e sacar o FGTS

Mulher mestiça, sorrindo, segurando várias notas de cem reais com as duas mãos

O trabalhador tem três maneiras de consultar o saldo do FGTS:

Consulta via SMS

Para consultar o saldo por SMS, é necessário aderir ao serviço via aplicativo Caixa Tem. Também existe a opção de solicitar a informação pelo 0800 726 01 01.

Consulta via correspondência

A cada dois meses, a Caixa Econômica Federal, envia uma comunicação via carta, com as informações do saldo e extrato dos aportes, para o endereço residencial cadastrado do trabalhador.

Consulta e saque via aplicativo Caixa Tem

Pelo aplicativo, o usuário precisa seguir os seguintes passos:

  • Clicar em “continuar”, e logo após em: “FGTS deseja usar caixa.gov.br para iniciar sessão”. Em seguida deve informar o CPF na área de login.
  • Depois, é necessário colocar uma senha (a mesma usada para entrar no caixa.gov.br) e então usar os outros serviços do banco.
  • Caso não lembre a senha, clique na opção “esqueci a senha”. Será solicitado o número do CPF.
  • Na sequência, um e-mail será enviado para recuperação da senha. Também pode acontecer do sistema pedir mais informações, como número de celular ou CEP.

Mesmo após essa etapa, pode ser que sejam pedidas novas informações, como por exemplo: empresas em que trabalhou, ano de início e município em que mora ou já morou.

Depois de confirmar esses dados, o trabalhador poderá conferir os valores depositados pela empresa atual ou pela última empresa em que trabalhou.

Para fazer o saque, é preciso solicitar o valor a ser transferido para sua conta. Nessa etapa, indique uma conta de sua titularidade para o recebimento. Pode ser da Caixa Econômica Federal ou de qualquer outro banco.

Vale lembrar que em situações onde o trabalhador foi mandado embora de uma empresa sem justa causa, o montante fica disponível na conta informada em até 5 dias úteis.

Também existe a possibilidade de subir documentos para o aplicativo e monitorar o andamento da solicitação.

Cronograma e calendário para saque do FGTS

Os saques acontecem de acordo com o cronograma e regras da Caixa Econômica Federal. Lembrando que quem tem conta na própria Caixa, o crédito será automático. Já titulares de outros bancos, precisam solicitar crédito em conta.

Veja o calendário para saque:

  • Nascidos em janeiro – 20 de abril
  • Nascidos em fevereiro – 30 de abril
  • Nascidos em março – 4 de maio
  • Nascidos em abril – 11 de maio
  • Nascidos em maio – 14 de maio
  • Nascidos em junho – 18 de maio
  • Nascidos em julho – 21 de maio
  • Nascidos em agosto – 25 de maio
  • Nascidos em setembro – 28 de maio
  • Nascidos em outubro – 1º de junho
  • Nascidos em novembro – 8 de junho
  • Nascidos em dezembro – 15 de junho

Espero que o artigo tenha ajudado a informar como sacar seu FGTS nessa nova rodada.

Compartilhe:

Artigos Relacionados

Card CTA

Logo QueroQuitar laranja vertical

A QueroQuitar é a plataforma de negociação criada para facilitar a sua vida.

Consulte grátis!

Na QueroQuitar você fecha acordos com até 98% de desconto!

Consulte seu CPF e veja as melhores ofertas para quitar dívidas.

QueroRenda

Curta os nossos canais

Uma iniciativa QueroQuitar

Educação financeira é parte fundamental de uma vida tranquila. Pensando nisso, a QueroQuitar está produzindo vídeos e conteúdos para que você tenha mais conhecimento e tome melhores decisões sobre como lidar com seu dinheiro

Inscreva-se para receber nossa Newsletter preencha os campos abaixo.

Conheça nossa Política de Privacidade e nossos Termos de Uso. WhatsApp - E-mail: contato@queroquitar.com.br
Copyright ©2015-2020 www.queroquitar.com.br, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. Todo o conteúdo do site, todas as fotos, imagens, logotipos, marcas, dizeres, som, software, conjunto imagem, layout, aqui veiculados são de propriedade exclusiva da QueroQuitar S.A. É vedada qualquer reprodução, total ou parcial, de qualquer elemento de identidade, sem expressa autorização. A violação de qualquer direito mencionado implicará na responsabilização cível e criminal nos termos da Lei. Respeitamos todos os itens que nos cabe previstos na LEI Nº 12.965, DE 23 DE ABRIL DE 2014. E o DECRETO Nº 8.771, DE 11 DE MAIO DE 2016 QueroQuitar S.A - CNPJ: 54.042.668/0001-20 - R. Bahia, 843 - Higienópolis - CEP: 01244-001 - São Paulo - SP