Notícias

Amanhã (14) de outubro é a última chamada para atualizar o Cadastro Único


Termina amanhã o prazo para famílias com cadastro desatualizado há mais de dois anos, atualizarem as informações no Cadastro Único. Os inscritos no CadÚnico que estão com status em "Revisão Cadastral", têm até a próxima sexta (14) para atualizar suas informações e evitar a suspensão ou cancelamento de algum benefício social que esteja inscrito.

Conforme o Ministério da Cidadania, em caso de não atualização dentro do prazo, os inscritos poderão ter seus benefícios bloqueados para saque a partir de novembro.

O CadÚnico (Cadastro Único) é o principal instrumento para a inclusão de famílias de baixa renda em programas sociais do governo federal, estadual e municipal. Sendo utilizado como base para a concessão e manutenção de benefícios em mais de 25 programas federais, pois a maioria atualmente são liberados por intermédio da base de dados do Cadastro Único, por isso a importância de manter os dados atualizados.

Como saber a situação do cadastro?

banner acordo quero quitar

Como atualizar o Cadastro Único

Site do Cadastro Único

Caso não tenha ocorrido nenhuma alteração nas informações prestadas na última entrevista há mais de dois anos, a família beneficiária poderá também fazer a confirmação dos dados pelo aplicativo do Cadastro Único. Porém, se for preciso alterar algum dado, é necessário comparecer a um posto de cadastramento para uma nova entrevista de atualização cadastral.

Para quem precisar fazer a atualização de dados de forma online, é preciso informar o CPF para fazer a consulta. Além disso, o aplicativo do programa ainda exige que o interessado tenha um conta no gov.br para obter as informações necessárias.

Confira abaixo a documentação necessária:

Ficha Cadastral do Cadastro Único

Para o Responsável Familiar (RF): o CPF, de preferência, ou Título de Eleitor. Somente as famílias indígenas e quilombolas são dispensadas dessa obrigatoriedade e podem apresentar qualquer outro documento.

Para as demais pessoas da família: o RF deve apresentar pelo menos um dos documentos abaixo para cada componente familiar:

- CPF, de preferência; ou

- Certidão de Nascimento; ou

- Certidão de Casamento; ou

- Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI) – para indígenas que possuem apenas esse documento; ou

- Carteira de Identidade - Registro Geral de Identificação (RG);

- Carteira de Trabalho e Previdência Social; ou

- Título de Eleitor.

Veja alguns dos programas e benefícios sociais que utilizam o Cadastro Único como base para seleção

  • Auxílio Brasil;
  • Minha Casa, Minha Vida;
  • Bolsa Verde - Programa de Apoio à Conservação Ambiental;
  • Programa de Erradicação do Trabalho Infantil - PETI;
  • Fomento - Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais;
  • Carteira do Idoso;
  • Aposentadoria para pessoa de baixa renda;
  • Programa Brasil Carinhoso;
  • Programa de Cisternas;
  • Telefone Popular;
  • Carta Social;
  • Pro Jovem Adolescente;
  • Tarifa Social de Energia Elétrica;
  • Passe Livre para pessoas com deficiência;
  • Isenção de Taxas em Concursos Públicos.

Cabe ressaltar que os estados e municípios também utilizam os dados do CadÚnico como base para seus programas sociais.

Compartilhe:

Artigos Relacionados

Card CTA

Na QueroQuitar você fecha acordos com até 98% de desconto!

Consulte seu CPF e veja as melhores ofertas para quitar dívidas.

QueroQuitar

Curta os nossos canais

Uma iniciativa QueroQuitar

Educação financeira é parte fundamental de uma vida tranquila. Pensando nisso, a QueroQuitar está produzindo vídeos e conteúdos para que você tenha mais conhecimento e tome melhores decisões sobre como lidar com seu dinheiro

Inscreva-se para receber nossa Newsletter preencha os campos abaixo.

Conheça nossa Política de Privacidade e nossos Termos de Uso. WhatsApp - E-mail: contato@queroquitar.com.br
Copyright ©2015-2020 www.queroquitar.com.br, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. Todo o conteúdo do site, todas as fotos, imagens, logotipos, marcas, dizeres, som, software, conjunto imagem, layout, aqui veiculados são de propriedade exclusiva da QueroQuitar S.A. É vedada qualquer reprodução, total ou parcial, de qualquer elemento de identidade, sem expressa autorização. A violação de qualquer direito mencionado implicará na responsabilização cível e criminal nos termos da Lei. Respeitamos todos os itens que nos cabe previstos na LEI Nº 12.965, DE 23 DE ABRIL DE 2014. E o DECRETO Nº 8.771, DE 11 DE MAIO DE 2016 QueroQuitar S.A - CNPJ: 54.042.668/0001-20 - R. Bahia, 843 - Higienópolis - CEP: 01244-001 - São Paulo - SP