Notícias

Ministério da Cidadania anunciou a prorrogação por mais 30 dias do prazo para atualização das informações do CadÚnico


Ministério da Cidadania anunciou a prorrogação por mais 30 dias do prazo para atualização das informações do CadÚnico. A data limite para atualização era até 14/10, no entanto devido as filas que se formaram na semana passada por todo o país, o governo resolveu prorrogar o prazo em mais 30 dias, com isso a data limite para atualização das informações passou a ser até o dia 14 de novembro.

Os inscritos no CadÚnico que estão com status em "Revisão Cadastral", devem se atentar ao novo prazo.

Como saber se preciso atualizar meus dados?

banner acordo quero quitar

Basicamente a orientação do governo é que as famílias inscritas no Cadastro Único devem atualizar os dados a cada dois anos ou sempre que houver alguma alteração.

Uma mensagem está sendo enviada através de SMS e do extrato bancário dos beneficiários. Além disso, pelo Caixa Tem também é possível visualizar a mensagem de atualização exigida para manter o recebimento dos benefícios.

Quem for convocado para revisão cadastral deve comparecer a um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) ou a um posto de atendimento do Cadastro Único do município para realizar a atualização dos dados.

Para saber se está com os dados desatualizados o cidadão pode fazer a consulta online:

Acesse o site ou App Meu CadÚnico;

Selecione "Consulta simples" e preencha a ficha com os dados pessoais do titular do benefício;

O sistema vai informar se há necessidade de atualização ou se os dados estão em dia.

Quem precisa ir até o CRAS para atualizar o Cadastro Único?

Só precisam ir até o CRAS as famílias que estão com os dados do Cadastro Único desatualizado há pelo menos dois anos. Porém, se nada mudou, será possível fazer a atualização em casa através do aplicativo CadÚnico, ou seja, caso não tenha ocorrido nenhuma alteração nas informações prestadas na última entrevista há mais de dois anos, a família beneficiária poderá também fazer a confirmação dos dados atuais pelo aplicativo do Cadastro Único.

Se a família for convocada para revisão de dados, será necessário que o Responsável Familiar (RF), que é o titular do benefício, compareça a um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) ou a um posto de atendimento do Cadastro Único do município.

Como atualizar o Cadastro Único?

Celular com app Cadastro Único

Caso não tenha ocorrido nenhuma alteração nas informações prestadas na última entrevista há mais de dois anos, a família beneficiária poderá também fazer a confirmação dos dados pelo aplicativo do CadÚnico.

O aplicativo permite que o cidadão confirme os dados já cadastrados. Caso ocorra alguma alteração, um dos postos físicos de atendimento deve ser buscado para a regularização

Confira abaixo a documentação necessária:

Para o Responsável Familiar (RF): o CPF, de preferência, ou Título de Eleitor. Somente as famílias indígenas e quilombolas são dispensadas dessa obrigatoriedade e podem apresentar qualquer outro documento.

Para as demais pessoas da família: o RF deve apresentar pelo menos um dos documentos abaixo para cada componente familiar:

- CPF, de preferência; ou

- Certidão de Nascimento; ou

- Certidão de Casamento; ou

- Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI) – para indígenas que possuem apenas esse documento; ou

- Carteira de Identidade - Registro Geral de Identificação (RG);

- Carteira de Trabalho e Previdência Social; ou

- Título de Eleitor.

Os beneficiários devem ficar atentos aos prazos, pois o CadÚnico (Cadastro Único) é o principal instrumento para a inclusão de famílias de baixa renda em programas sociais do governo federal, estadual e municipal. Sendo utilizado como base para a concessão e manutenção de benefícios em mais de 25 programas federais, pois a maioria atualmente são liberados por intermédio da base de dados do Cadastro Único, por isso a importância de manter os dados atualizados.

Compartilhe:

Artigos Relacionados

Card CTA

Na QueroQuitar você fecha acordos com até 98% de desconto!

Consulte seu CPF e veja as melhores ofertas para quitar dívidas.

QueroQuitar

Curta os nossos canais

Uma iniciativa QueroQuitar

Educação financeira é parte fundamental de uma vida tranquila. Pensando nisso, a QueroQuitar está produzindo vídeos e conteúdos para que você tenha mais conhecimento e tome melhores decisões sobre como lidar com seu dinheiro

Inscreva-se para receber nossa Newsletter preencha os campos abaixo.

Conheça nossa Política de Privacidade e nossos Termos de Uso. WhatsApp - E-mail: contato@queroquitar.com.br
Copyright ©2015-2020 www.queroquitar.com.br, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. Todo o conteúdo do site, todas as fotos, imagens, logotipos, marcas, dizeres, som, software, conjunto imagem, layout, aqui veiculados são de propriedade exclusiva da QueroQuitar S.A. É vedada qualquer reprodução, total ou parcial, de qualquer elemento de identidade, sem expressa autorização. A violação de qualquer direito mencionado implicará na responsabilização cível e criminal nos termos da Lei. Respeitamos todos os itens que nos cabe previstos na LEI Nº 12.965, DE 23 DE ABRIL DE 2014. E o DECRETO Nº 8.771, DE 11 DE MAIO DE 2016 QueroQuitar S.A - CNPJ: 54.042.668/0001-20 - R. Bahia, 843 - Higienópolis - CEP: 01244-001 - São Paulo - SP