Investimento

Entenda como fazer uma reserva financeira


A vida é cheia de imprevistos todos nós sabemos, mas, o que nunca fazemos é nos prepararmos para os dias difíceis. Pode ser uma doença, uma mudança urgente de casa, um carro que foi quebrado com perda total e não tem seguro, e outras tantas situações que podem se transformar em emergência.

Aprender a guardar, a poupar, deveria ser uma prática ensinada na infância, para que ficasse bem gravada, além de matéria no currículo escolar. Ter uma reserva financeira é um assunto importante e deveria ser levado a sério, para o bem de cada cidadão brasileiro.

Na infância, muitas vezes as crianças recebem mesada, mas não são orientadas a guardar uma parte, para adquirir o hábito de poupar. Quando nos tornamos adultos, sabemos que é lógico que só podemos guardar o que sobra, e nem sempre sobra algum para poder ser guardado.

Mas, quando entra algum dinheirinho extra e não há necessidade de pagar alguma conta, deveríamos ter em mente que o mais prudente é guardar, em vez de gastar com supérfluos.

Afinal, na hora do aperto, temos como nos socorrer sem precisar pedir emprestado a alguém ou a algum banco, onde as taxas de juros são absurdas e podem acabar em dívida.

Pensando nisso, elaboramos esse texto para ajudar você a fazer uma reserva financeira para os momentos difíceis que podem surgir a qualquer momento.

As vantagens de manter uma reserva financeira

  • Com uma reserva financeira você tem mais tranquilidade no final do mês para tomar as decisões necessárias em casos emergenciais, como a (opens new window)perda de um emprego, por exemplo. (opens new window)
  • Deixar o dinheiro guardado ou investido, também te assegura suprir as necessidades básicas da sua família, como alimentação, moradia e a escola das crianças.
  • Outra grande vantagem da (opens new window)reserva de financeira de emergência é conseguir se planejar e, com isso, evitar dever dinheiro para outras pessoas.
  • Com uma educação financeira, fica mais fácil poupar todos os meses para casos de necessidade.
  • Os especialistas aconselham que um(a) chefe de família, deve ter na reserva financeira, pelo menos, seis meses de despesas.

Algumas ideias para fazer a sua reserva financeira

Planejamento

A primeira atitude para construir a sua reserva financeira é fazer um planejamento financeiro familiar. Com a ajuda desta ferramenta, será possível saber com mais exatidão quais são todos os ganhos e gastos da sua família.

Ou seja, você saberá qual valor sobra ou falta no final de cada mês. E, dessa forma, será possível fazer o planejamento de redução de gastos. Uma vez estabelecido o planejamento, você também pode ter uma visão se vai precisar de renda extra.

Dessa forma, pode começar a pensar em alternativas para ganhar mais dinheiro. Alguns exemplos são: vender algo, dar aulas particulares, criar um curso online, ou colocar em prática aquela habilidade para determinado trabalho, entre outras opções.

Faça um controle financeiro

Manter um controle financeiro é fundamental para não gastar mais do que ganha.

O ideal é você anotar todos os rendimentos da família como salário, renda extra, recebimento de aluguéis e outros valores que entram no orçamento familiar todos os meses.

Liste também todas as despesas da família. Lembre-se de separar um valor para as despesas não planejadas, como um almoço no restaurante ou a ida ao dentista.

Estabeleça o valor que pretende guardar todos os meses e coloque como despesa. Assim que receber, já direcione o dinheiro para a conta de investimento (poupança, CDC, tesouro direto, entre outros).

É importante que esse dinheiro não fique em uma conta que você movimente com frequência. Isso porque você pode correr o risco de gastá-lo sem nem mesmo perceber.

Quite as dívidas

É possível você começar a poupar, como já explicamos antes, de pouquinho em pouquinho. Porém o indicado é que essa primeira reserva seja destinada a quitar as suas dívidas em atraso.

Isso porque, quanto mais tempo você demora a pagar as dívidas ativas, mais juros você acumula.

Portanto, é indicado que, assim que o aperto diminuir, você busque uma empresa de renegociação de dívidas, como a QueroQuitar (opens new window) para conseguir descontos e formas de pagamento para quitar de vez os débitos.

Faça uma consulta grátis (opens new window) em nossa plataforma e veja as ofertas especiais que existem. Os descontos podem chegar até 99%!

Só assim você terá mais fôlego para poupar com mais tranquilidade**,** sabendo que as contas estão em dia.

Corte despesas desnecessárias

Esse, talvez, seja um dos pontos mais importantes para fazer a sua reserva de emergência. Mas, para ter sucesso no corte de despesas, você precisa trabalhar a sua mentalidade.

Pode parecer simples, mas depois de estar acostumado com almoços e jantares fora de casa, a compra de lanches nos finais de semana, pode ser difícil abrir mão de tudo de uma vez.

Então, a dica não é cortar tudo, mas estabelecer tetos de gastos que caibam no orçamento.

Além disso, revise se não está pagando por serviços que não usa, como assinaturas de TV, a academia que você paga e não vai, entre outras questões.

Crie metas

Para conseguir fazer a sua reserva financeira, você precisará de metas. Isso ajudará a orientar o seu caminho e dará a força necessária para que você possa continuar, mesmo em cenários pouco favoráveis.

Ao criar as metas de poupança, você precisa também ter em mente qual o objetivo da sua reserva financeira, que é conceder mais segurança e tranquilidade para a sua família em momentos de imprevistos.

Assim, você pode, por exemplo, estabelecer uma meta de poupança trimestral, semestral e anual. Ao dividir as metas por períodos menores, fica mais fácil acompanhar os resultados e se sentir motivado a continuar economizando.

Lembre-se que, em períodos em que houver uma maior entrada de dinheiro, como nos meses de pagamento de 13º salário, as metas de reserva financeira também devem ser maiores.

Evite pagar despesas recorrentes com a reserva financeira

Quando você usa o dinheiro da reserva financeira para pagar despesas do dia a dia, como água, luz, condomínio e escola das crianças, você compromete a sua meta de reserva financeira.

Faça investimentos

Com uma reserva financeira é possível investir o dinheiro e fazê-lo trabalhar para você. Você pode optar por investimentos mais conservadores, como o CDB, o Tesouro Direto e a Poupança.

Além disso, você precisa garantir que conseguirá resgatar o dinheiro rapidamente em caso de alguma emergência.

Por isso, investimentos de risco, como a bolsa de valores, não são recomendados quando o assunto é reserva financeira.

Mantenha o foco

banner acordo quero quitar

Perder o foco diante de tantas demandas do dia a dia é fácil, concorda?

Por isso, as pessoas que realmente conseguem fazer a sua reserva de emergência sabem exatamente porque esse recurso é importante e quando ele deve ser usado.

Outra dica importante para se manter focado é estabelecer uma quantia viável para construir a sua reserva de emergência.

Caso você só possa guardar R$ 50 todos os meses, ainda assim é melhor do que R$ 500 que você nunca consegue guardar.

Fazer uma reserva financeira de emergência é possível! Para isso, você deve contar com um bom planejamento financeiro, pedir a colaboração da família, investir e manter o foco.

Lembrando que estar com as dívidas quitadas é mais uma folga que você tem para viver esse processo com mais tranquilidade.

Esperamos tê-lo ajudado a ver o quanto é importante ter uma reserva financeira, e desejamos que você realmente consiga se organizar e se programar para o próximo imprevisto que surgir.

Se quiser falar conosco ou tiver alguma dúvida, é só mandar um e-mail: euquito@queroquitar.com.br. Vamos adorar bater um papo com você!

Um abraço e até semana que vem.

Compartilhe:

Artigos Relacionados

Card CTA

Na QueroQuitar você fecha acordos com até 98% de desconto!

Consulte seu CPF e veja as melhores ofertas para quitar dívidas.

QueroQuitar

Curta os nossos canais

Uma iniciativa QueroQuitar

Educação financeira é parte fundamental de uma vida tranquila. Pensando nisso, a QueroQuitar está produzindo vídeos e conteúdos para que você tenha mais conhecimento e tome melhores decisões sobre como lidar com seu dinheiro

Inscreva-se para receber nossa Newsletter preencha os campos abaixo.

Conheça nossa Política de Privacidade e nossos Termos de Uso. WhatsApp - E-mail: contato@queroquitar.com.br
Copyright ©2015-2020 www.queroquitar.com.br, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. Todo o conteúdo do site, todas as fotos, imagens, logotipos, marcas, dizeres, som, software, conjunto imagem, layout, aqui veiculados são de propriedade exclusiva da QueroQuitar S.A. É vedada qualquer reprodução, total ou parcial, de qualquer elemento de identidade, sem expressa autorização. A violação de qualquer direito mencionado implicará na responsabilização cível e criminal nos termos da Lei. Respeitamos todos os itens que nos cabe previstos na LEI Nº 12.965, DE 23 DE ABRIL DE 2014. E o DECRETO Nº 8.771, DE 11 DE MAIO DE 2016 QueroQuitar S.A - CNPJ: 54.042.668/0001-20 - R. Bahia, 843 - Higienópolis - CEP: 01244-001 - São Paulo - SP