Dívidas

Renegociação de dívida: como sei quando devo fazer uma?


Ter dívidas é algo bastante desgastante e apesar de muitas vezes ter havido a necessidade de contrair empréstimos, sempre ficamos ansiosos para nos livrarmos dela.

Por isso, preparamos essa matéria para ajudar você a renegociar as suas dívidas no caso de não estar conseguindo pagar as parcelas, e assim poder respirar aliviado novamente.

Saiba como fazer uma renegociação de dívida lendo esse artigo.

O endividamento no Brasil

Nos últimos anos, temos observado um crescente aumento no número de endividados em nosso país. Essa situação tem gerado preocupação tanto para os consumidores, quanto para os economistas, uma vez que pode levar a uma série de problemas financeiros, incluindo inadimplência e redução do poder de compra, além dos problemas emocionais que acabam afetando a saúde física também.

De acordo com dados divulgados pelo grupo de Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o número de famílias endividadas alcançou 78%, ou seja, de cada 100 famílias brasileiras 78 estão com dívidas.

A renegociação de dívida é uma das alternativas mais buscadas por quem deseja sair do endividamento e conquistar a tão desejada estabilidade financeira.

Essa situação pode ter diversas causas, incluindo a crise econômica que o país vem enfrentando nos últimos anos, o aumento do desemprego e a dificuldade de acesso a crédito saudável.

Para sair das dívidas, é fundamental entender os motivos que levam ao endividamento e buscar soluções como a renegociação de dívidas que pode evitar que esse problema se torne ainda mais grave.

Quais são as vantagens em fazer uma renegociação de dívida?

enter image description here

Veja a seguir as vantagens em fazer uma renegociação de dívida:

  • Retirar o nome das listas de devedores

  • Aprender a lidar melhor com o crédito

  • Trocar dívidas caras por mais baratas

  • Evitar que a situação se transforme em bola de neve

  • Aprender a controlar os gastos

  • Retomar a saúde física e mental

Como renegociar uma dívida?

Passo a passo de como fazer uma renegociação de dívida e deixar nome limpo

banner acordo quero quitar

Descubra qual é o valor real da sua dívida

Entre em contato com o credor para saber o tamanho da sua dívida atualizada, incluindo a taxa de juros e todos os encargos envolvidos.

A dica mais importante na hora de fazer uma renegociação de dívida é procurar canais oficiais do agente financeiro em que o crédito foi contratado. Para isso, basta ir a sua agência ou contatar a empresa pelos canais de atendimento oficiais.

Em muitos casos, é possível fazer a solicitação de renegociação de forma totalmente online, além de realizar as simulações das novas condições de empréstimo. Um meio prático, rápido e seguro de fazer é usando o site da QueroQuitar (opens new window).

A consulta é gratuita (opens new window) e se localizar sua dívida, você ainda tem a chance de achar ofertas imbatíveis que podem chegar até 99% de desconto, dependendo do credor.

Entenda as condições da renegociação

Ao começar a renegociar dívidas com a instituição credora, preste atenção nas condições oferecidas. Se você for parcelar essa nova conta, fique atento aos juros, pois, mesmo que o valor mensal seja menor, pode haver o risco de sair mais caro, no longo prazo.

Pagar a despesa à vista pode gerar um bom desconto, mas isso não é uma regra, por isso entenda se existe alguma vantagem de pagar dessa forma. Caso você resolva parcelar a dívida renegociada, não se esqueça de colocar essas parcelas na sua planilha de gastos.

Tente chegar a um valor de parcela que cabe no seu bolso

Durante a renegociação, certamente o agente financeiro irá apresentar uma proposta inicial. A dica neste ponto é entender se essa parcela irá caber no seu bolso ou se você ficará novamente em atraso.

Se restar dúvidas ou se o cálculo da dívida não estiver claro, questione e não decida por impulso. Vale a pena confrontar a proposta com a sua planilha de gastos para saber se ela está dentro do seu orçamento.

Entenda que a negociação deve ser vantajosa para os dois lados e a proposta deve estar alinhada com a sua realidade financeira. O bom da plataforma da QueroQuitar é que você tem a opção de fazer tudo isso online, pois pode escolher as condições de pagamento que melhor atendam seu orçamento.

Transfira sua dívida para outro agente financeiro

Se a tentativa de renegociar as dívidas não estiver evoluindo, saiba que você tem a opção de transferir sua dívida para outro agente financeiro com condições melhores. O nome desse procedimento é portabilidade de crédito.

É importante saber que é possível solicitar a portabilidade a qualquer momento, mediante o cancelamento do contrato e quitação antecipada da dívida no banco original. O processo é totalmente gratuito e os direitos do consumidor são garantidos na operação.

No entanto, antes de realizar a operação é importante estar atento às condições oferecidas pelo agente financeiro que assumirá suas dívidas. Portanto, não faça esse procedimento por impulso!

Fique atento para não contrair novas dívidas

Após negociar a melhor condição de pagamento e finalmente quitar suas dívidas, não se esqueça de solicitar junto ao credor a carta de quitação. Depois, verifique em quanto tempo sua situação será regularizada junto ao Serasa, caso seu nome esteja negativado.

Lembre que após o pagamento da dívida, a empresa credora tem 5 dias úteis para retirar o nome do consumidor do banco de dados da Serasa. Se for um acordo parcelado, isso deve ocorrer após o pagamento da primeira parcela.

Além disso, evite armadilhas que façam você se endividar novamente.

Mantenha sua planilha financeira sempre atualizada e continue reduzindo ou cortando os gastos – principalmente aqueles que não são essenciais, os gastos invisíveis. Também tente fazer uma reserva de emergência com parte da sua renda para imprevistos.

O que é necessário para pedir uma renegociação de dívida?

Critérios de elegibilidade para a solicitação:

  • Ter pago pelo menos 4 parcelas do contrato.

  • Ter um motivo para a dificuldade de realizar os pagamentos.

  • Comprovar através de documentos que ainda possui capacidade para fazer os pagamentos seguintes.

  • Essa análise pode durar até 3 dias dependendo da empresa credora e você será informado se foi aprovado ou não para a solução.

Compartilhe:

Artigos Relacionados

Card CTA

Na QueroQuitar você fecha acordos com até 98% de desconto!

Consulte seu CPF e veja as melhores ofertas para quitar dívidas.

QueroQuitar

Curta os nossos canais

Uma iniciativa QueroQuitar

Educação financeira é parte fundamental de uma vida tranquila. Pensando nisso, a QueroQuitar está produzindo vídeos e conteúdos para que você tenha mais conhecimento e tome melhores decisões sobre como lidar com seu dinheiro

Inscreva-se para receber nossa Newsletter preencha os campos abaixo.

Conheça nossa Política de Privacidade e nossos Termos de Uso. WhatsApp - E-mail: contato@queroquitar.com.br
Copyright ©2015-2020 www.queroquitar.com.br, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. Todo o conteúdo do site, todas as fotos, imagens, logotipos, marcas, dizeres, som, software, conjunto imagem, layout, aqui veiculados são de propriedade exclusiva da QueroQuitar S.A. É vedada qualquer reprodução, total ou parcial, de qualquer elemento de identidade, sem expressa autorização. A violação de qualquer direito mencionado implicará na responsabilização cível e criminal nos termos da Lei. Respeitamos todos os itens que nos cabe previstos na LEI Nº 12.965, DE 23 DE ABRIL DE 2014. E o DECRETO Nº 8.771, DE 11 DE MAIO DE 2016 QueroQuitar S.A - CNPJ: 54.042.668/0001-20 - R. Bahia, 843 - Higienópolis - CEP: 01244-001 - São Paulo - SP