Dívidas

Como fazer acordo de dívida de cartão de crédito


O uso de cartões facilitou muito as compras e já é uma parte indispensável do nosso cotidiano. Mas, esta facilidade de compra fácil não facilitou tanto assim a vida de algumas pessoas, que com essa comodidade acabam acumulando dívidas no cartão de crédito.

A possibilidade de parcelamento faz com que o cartão seja uma forma de pagamento ainda mais atrativa, porém, essa praticidade pode levar a um descontrole financeiro que vai afetar o seu orçamento por meses.

Para ajudar nesta questão, continue a ler este artigo e entenda como fazer acordo de dívida de cartão de crédito.

O que fazer para não acumular dívidas no cartão de crédito?

enter image description here

O primeiro passo é quitar as dívidas já existentes. Sem esse peso no orçamento, é possível estabelecer novas metas e fazer investimentos para aumentar e proteger seu patrimônio.

Por que não prolongar a dívida já existente? Porque quanto mais tempo passar mais juros será cobrado o que levará a uma bola de neve.

Além das consequências financeiras, você precisa quitar as suas contas para que seu nome não fique sujo nos órgãos de proteção ao crédito. Quando isso acontece, é mais difícil fazer empréstimo ou financiamento e até obter um novo cartão. Por isso, fazer acordo pode ser uma boa opção.

Dicas para não acumular dívidas no cartão de crédito

Calcule o valor total devido

A primeira coisa a fazer é descobrir o valor atual do débito. Some todas as suas dívidas para saber qual é o total a ser pago. Somente assim você poderá começar a se organizar para fazer acordo e quitar o que deve.

Organize o orçamento

Anote todos os gastos e receitas usando um caderno ou uma planilha. O importante é que você consiga entender como estão suas finanças e quanto poderá destinar por mês ao pagamento da dívida do cartão de crédito.

Negocie com a instituição financeira

Não tem como tirar os juros do cartão de crédito, mas dá para negociar taxas mais competitivas com o banco ou instituição financeira, para isso é preciso atenção a todos os detalhes ao fazer acordo:

  • A quantidade e o valor das parcelas

  • Prazo total de pagamento, juros e taxas cobradas

  • Feito o acordo, encare o pagamento como prioridade para quitar suas pendências financeiras.

Nesta etapa, uma boa solução é a plataforma da QueroQuitar (opens new window). Nela você encontra ótimas ofertas para fazer acordo, com condições que cabem no seu bolso. Faça uma consulta grátis (opens new window).

Reduza os gastos mensais

Caso você precise se organizar para pagar dívidas antigas, é hora de cortar gastos ou reduzi-los. Como exemplo você pode começar:

  • Cancelando assinaturas de serviços que não sejam essenciais

  • Estabelecer limites de gastos no fim de semana

  • Rever a conta de celular

Evite usar o cartão até quitar o que deve

Aqui a dica é não fazer novas compras no cartão até estar livre das suas dívidas atuais, pois você já sabe que várias despesas e parcelamentos no cartão foram o que deixaram suas dívidas sem controle.

Avalie pegar um empréstimo

Pode parecer que você está trocando seis por meia dúzia, mas fazer um empréstimo pode ser uma boa escolha caso a taxa de juros do empréstimo seja mais baixa do que a da dívida, desse modo as parcelas mensais tendem a ser menores. Avalie se o desconto proposto para pagamento adiantado é compensador, assim você estará trocando uma dívida com valor alto por uma com menor valor.

Antecipe parcelas se for possível

Saber como usar seu dinheiro com consciência é algo importante em qualquer fase da vida. Então, invista na sua reeducação financeira. Aprenda a organizar suas finanças, como se planejar para atingir objetivos, evitar dívidas e pagar todas as contas em dia.

Evite que a fatura fique muito alta

Parcele apenas as compras de maior valor. Opte por pagar pequenos valores a vista caso seja possível.

Reduza o limite do cartão de crédito

Diminua o limite de compras do seu cartão de crédito para evitar que a próxima fatura venha alta. Avalie quanto você realmente pode pagar em seu vencimento e lembre-se de deixar parte desse montante para casos de emergência.

Crie uma lista de prioridade para as suas compras

Organize suas compras por ordem de importância. Separe os itens em necessidade e desejo, e evite gastar o limite do seu cartão de crédito com aquilo que é apenas um desejo. Dessa forma, você pode tomar decisões mais coerentes com suas obrigações e seu orçamento.

Saiba o quanto pode gastar

É essencial que você gaste menos do que recebe para manter um bom equilíbrio financeiro. Anote toda sua renda, e entenda qual o valor limite ideal que seu cartão de crédito pode ter.

Pague as faturas na data de vencimento

Não pagar as contas dentro do prazo pode gerar juros, multas e a desorganização das suas economias. Para facilitar sua vida, use uma planilha e registre os valores de entrada e saída, assim como as datas de vencimento. A tecnologia pode ajudar nesse momento: com o agendamento de contas a serem pagas, você não paga multas por atraso e não perde dinheiro.

O que acontece se eu não pagar a fatura do cartão?

banner acordo quero quitar

Além de ficar com o nome sujo, você pode sofrer outras consequências como:

  • Bloqueio do cartão de crédito

  • Protesto em cartório

  • Diminuição do score

  • Ação na justiça

Depois de cinco anos a dívida pode até caducar, ou seja, o nome do devedor sai dos cadastros de proteção ao crédito, mas seu nome não fica totalmente limpo, pois você continua a dever para instituição. Por isso, nesses casos, a melhor opção é sempre fazer acordo.

O débito ainda vai existir, os juros continuam aumentando e o credor ainda pode fazer a cobrança, inclusive por meio judicial. E, se você tentar um novo crédito no mesmo banco ou instituição financeira, ele pode ser negado.

Compartilhe:

Artigos Relacionados

Card CTA

Na QueroQuitar você fecha acordos com até 98% de desconto!

Consulte seu CPF e veja as melhores ofertas para quitar dívidas.

QueroQuitar

Curta os nossos canais

Uma iniciativa QueroQuitar

Educação financeira é parte fundamental de uma vida tranquila. Pensando nisso, a QueroQuitar está produzindo vídeos e conteúdos para que você tenha mais conhecimento e tome melhores decisões sobre como lidar com seu dinheiro

Inscreva-se para receber nossa Newsletter preencha os campos abaixo.

Conheça nossa Política de Privacidade e nossos Termos de Uso. WhatsApp - E-mail: contato@queroquitar.com.br
Copyright ©2015-2020 www.queroquitar.com.br, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. Todo o conteúdo do site, todas as fotos, imagens, logotipos, marcas, dizeres, som, software, conjunto imagem, layout, aqui veiculados são de propriedade exclusiva da QueroQuitar S.A. É vedada qualquer reprodução, total ou parcial, de qualquer elemento de identidade, sem expressa autorização. A violação de qualquer direito mencionado implicará na responsabilização cível e criminal nos termos da Lei. Respeitamos todos os itens que nos cabe previstos na LEI Nº 12.965, DE 23 DE ABRIL DE 2014. E o DECRETO Nº 8.771, DE 11 DE MAIO DE 2016 QueroQuitar S.A - CNPJ: 54.042.668/0001-20 - R. Bahia, 843 - Higienópolis - CEP: 01244-001 - São Paulo - SP