4 dicas para recuperar crédito em tempos de crise


4/14/2020

Empresas

4 dicas para recuperar crédito em tempos de crise

Uma negociação bem feita faz muito mais do que recuperar crédito: devolve um cliente inadimplente ao status de consumidor.

Um dos mais graves reflexos da crise econômica atual é a inadimplência dos clientes. Nesta situação os dois lados saem perdendo: o cliente, que perde o poder de compra, e a empresa, que não recebe pelo produto ou serviço vendido.

O meio tradicional para resolver essa questão sempre foi contratar escritórios de cobrança. Essas centrais fazem contato com os clientes até que a dívida seja paga. Porém, com frequência, utilizam-se de métodos constrangedores de persuasão para receber o pagamento.

Assim, para evitar que sua empresa passe por este tipo de problema, separamos 4 dicas para recuperar crédito em tempos de crise, de uma forma amigável e eficiente. Confira!

1 – Identifique quem está devendo e entre em contato

Existem vários tipos de inadimplentes. Existem os que estão passando por problemas pontuais e querem resolver tudo da forma mais amigável possível. Mas, tem também os que querem se aproveitar da situação esperando a dívida ser retirada dos órgãos de proteção ao crédito. Pela lei, SPC ou Serasa retiram a pessoa da lista de devedores depois de cinco anos de inadimplência. Saiba mais sobre essa lei neste post.

Primeiramente, antes mesmo de negativar o cliente, é importante entrar em contato para saber o que aconteceu e se é possível uma solução amigável. Talvez aumentar o prazo para o depósito do valor devido ou oferecer mais parcelas podem ser a saída. A fim de encontrar uma solução interessante, pode-se oferecer um desconto no valor devido para recuperar o valor pendente.

Tente adequar sua abordagem ao perfil do cliente, de forma que ele sinta sua empresa como uma parceira, que quer ajudá-lo a extinguir a dívida de uma forma que seja benéfica para ambas as partes.

2 – Mantenha o contato ativo com seus clientes

Muitas vezes, os atrasos nos pagamentos de débitos acontecem por esquecimento da parte dos clientes. Por isso, mantenha os dados de cadastro atualizados e, caso ocorra um atraso superior a 10 ou 15 dias, faça um contato amigável, um lembrete sobre o pagamento.

3 – Preserve sua carteira de clientes

Procure conversar com seus clientes, entenda suas demandas e entre em um acordo que seja o mais favorável para ambas as partes. Desta forma, você fideliza seus consumidores e, quando eles recuperarem o poder de compra, com certeza voltarão a comprar de quem mais os ajudou.

4 – Aposte na tecnologia

Atualmente, cerca de 40% da população adulta do país está negativada. Quando a dívida passa de 45 dias em atraso, uma solução muito usada é encaminhá-la para escritórios de cobrança. Essas empresas passam a fazer contato com o consumidor inadimplente, oferecendo outras formas de parcelamento e pagamento. Porém, conforme já dissemos, estas abordagens são grosseiras e incômodas. Isto é, atrapalha o acordo em si e também a relação futura com o consumidor.

A QueroQuitar (opens new window) oferece uma solução muito mais amigável para os dois lados, combinando alta tecnologia e um modelo de negócios inovador. Nossa plataforma simplifica o processo de negociação de dívidas, recuperando o devedor ao status de consumidor, sem atritos.

Essas foram algumas dicas de boas práticas para recuperar crédito na sua empresa. Assine a nossa newsletter para receber muitas outras e ficar por dentro das novidades.

Na QueroQuitar você tem acordo

As melhores condições para quitar as dívidas. Sempre!

QueroRenda

Curta os nossos canais

Uma iniciativa QueroQuitar

Educação financeira é parte fundamental de uma vida tranquila. Pensando nisso, a QueroQuitar está produzindo vídeos e conteúdos para que você tenha mais conhecimento e tome melhores decisões sobre como lidar com seu dinheiro

Inscreva-se para receber nossa Newsletter preencha os campos abaixo.

Conheça nossa Política de Privacidade e nossos Termos de Uso. WhatsApp - E-mail: contato@queroquitar.com.br
Copyright ©2015-2020 www.queroquitar.com.br, TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. Todo o conteúdo do site, todas as fotos, imagens, logotipos, marcas, dizeres, som, software, conjunto imagem, layout, aqui veiculados são de propriedade exclusiva da QueroQuitar S.A. É vedada qualquer reprodução, total ou parcial, de qualquer elemento de identidade, sem expressa autorização. A violação de qualquer direito mencionado implicará na responsabilização cível e criminal nos termos da Lei. Respeitamos todos os itens que nos cabe previstos na LEI Nº 12.965, DE 23 DE ABRIL DE 2014. E o DECRETO Nº 8.771, DE 11 DE MAIO DE 2016 QueroQuitar S.A - CNPJ: 54.042.668/0001-20 - R. Bahia, 843 - Higienópolis - CEP: 01244-001 - São Paulo - SP